top of page

Vazio é o que não falta, Miranda (2010)

Realização

Teatro Inominável e Universidade Federal do Rio de Janeiro

Ano de estreia

2010

Espetáculo teatral criado a partir da dramaturgia "Esperando Godot" do irlandês Samuel Beckett, com direção e dramaturgia de Diogo Liberano, e atuação de Adassa Martins, Caroline Helena, Flávia Naves e Natássia Vello.

ESPERANDO GODOT (2010) – Da obra “Esperando Godot” de Samuel Beckett
Adaptação e direção: Diogo Liberano
Assistência de figurino: Vanessa Gonçalves
Cenário: Rafael Medeiros
Elenco: Adassa Martins, Carolline Helena, Fabíola Sens e Flávia Naves
Figurino: Brunella Provvidente
Iluminação: Davi Giordano
Orientação de cenário: Ronald Teixeira
Orientação de direção: Lívia Flores e Gabriela Lírio
Orientação de figurino: Samuel Abrantes
Participação especial: Juca Peres
Preparação vocal: Verônica Machado
Realização: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Trilha sonora original: Philippe Baptiste

“Esperando Godot” estreou no dia 20 de julho de 2010 realizando duas apresentações dentro da programação da “Mostra Mais 2010” do curso de Direção Teatral da UFRJ. Em setembro, estreou no Teatro Estadual Glaucio Gill como “Vazio é o que não falta, Miranda”. Em 2011, não apresentamos o espetáculo, que só retornou em 2012 após um processo intensivo de um mês (a atriz Natássia Vello entrou no lugar de Fabíola Sens). A partir daí, outras temporadas e participações em festivais e mostras de teatro pelo Brasil. Em seu histórico, “Miranda”, sempre que preciso, contou com a participação de outras atrizes, tais como: Dominique Arantes, Júlia Marini, Laura Nielsen e Mayara Yamada, além de atores como Andrêas Gatto, Gunnar Borges e Márcio Machado.


Dramaturgia para download

Release da estreia

Programa de porta

Filmagem integral

do espetáculo

Fotografias

Thaís Grechi

bottom of page